Páginas

domingo, 19 de fevereiro de 2012

A xícara e o tempo

Passei a noite de sexta e o sábado praticamente todo esvaziando, limpando e arrumando as prateleiras da minha estante de livros e a bancada que faz as vezes de mesa de escritório. A estante foi reorganizada, ganhou um novo lugar e a bancada diminuiu em um terço, o que significa que ganhamos espaço no escritório. E que espaço! Agora dá até para colocar uma bergère e uma luminária ao lado da estante, junto a uma parede de frente para a janela.

Hoje fui até uma dessas lojas que vendem coisas para casa atrás de um gaveteiro para guardar e organizar papéis e material de escritório. Quero deixar a mesa o mais livre possível. Não encontrei o gaveteiro, mas voltei com uma xícara de chá e um pires e sei que eles vão me acompanhar pelo resto da vida. Não costumo sair comprando o que vejo pela frente - aliás, fazia um bom tempo que não entrava na loja. Mas hoje, quando vi a xícara e o pires, fui imediatamente transportada para uma outra época.

Posso dizer, com orgulho, que a minha passagem para um outro século foi, literalmente, uma bela supresa. E custou menos de vinte e cinco reais.

Nenhum comentário: